Remédios Caseiros dicas e muito mais...
Quinta-feira, 28.04.11

A framboesa é popularmente conhecida como um ótimo remédio natural para curar a amigdalite. Basta comer cerca de 100 gramas de framboesa por dia durante 3 dias para notar a diferença.

A framboesa é uma fruta rica em antioxidantes e outro minerais como a vitamina C, cálcio, potássio, ferro e magnésio. Todos estes são essenciais para os indivíduos que estão recuperando-se de alguma doença, que sofrem de doenças cardíacas ou que têm fadiga ou depressão.

A framboesa é naturalmente adstringente, podendo ajudar em problemas estomacais e também na diarreia.

fonte:http://www.tuasaude.com

publicado por adm às 23:08 | link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 20.04.11

A água é uma ótima solução natural para combater o mau hálito, mesmo aquele que não é causado pela má higiêne bucal e cuja origem é o estômago.

Basta beber 2 litros de água por dia, ou mais nos dias mais quentes, no intervalo das refeições.

Manter o organismo devidamente hidratado é fundamental para que a saliva seja produzida em quantidade suficiente e também para que o suco gástrico não esteja muito forte.

Não ter o estômago vazio, comer frutas nos lanches e após as refeições e manter uma boa higiêne bucal são também boas dicas para quem sofre com a halitose.

fonte:http://www.tuasaude.com/

publicado por adm às 22:11 | link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14.04.11

A salsinha, um tempero muito popular no Brasil, é um ótimo remédio caseiro para complemetar o tratamento da leucemia. Pode-se utilizar a salsa como forma de tempero, adicioná-las à saladas, em sucos ou mesmo fazer um chá.

A melhor maneira de retirar ao máximo seus nutrientes é consumindo a salsinha fresca e não as ressecadas, próprias para temperar a comida.

Uma boa dica de suco com salsinha é adicionar umas folhas num copo de suco de laranja e batê-las no liquidificador.

fonte:http://www.tuasaude.com/r

tags: ,
publicado por adm às 23:08 | link do post | comentar | favorito
Domingo, 10.04.11
Garanta o bom funcionamento do seu sistema imunológico a partir dos alimentos.
O estado nutricional de uma pessoa é determinante para garantir um bom funcionamento do sistema imunológico. Para isso, não basta incluir um alimento isolado na alimentação, mas é preciso que todos os dias seja oferecido no mínimo quatro refeições diárias, com os principais nutrientes: carboidratos, proteínas, vitaminas e minerais, na quantidade ideal para cada faixa etária.

Carboidratos: devem ser provenientes de pães e biscoitos integrais, grãos como arroz, quinua, milho, feijão, lentilha, cevadinha, batata, mandioca e mandioquinha.

Proteínas: são importantes para a formação do sistema de defesa e estão presentes nas carnes vermelha, frango e peixe, e os ovos.

Cálcio: é um mineral extremamente importante e pode ser incluído através de todos os vegetais que verde-escuros ou do leite e seus derivados.

Probióticos: têm um papel importante de melhorar o sistema de defesa do organismo através do equilíbrio da flora intestinal. Alguns estudos comprovam a melhora de gripes e resfriados com a ingestão diária de alimentos ricos em probióticos, facilmente encontrados em iogurtes especiais, nas formas de lactobacillus e/ou bifidobacteria.

Zinco: é um mineral facilmente encontrado nas carnes vermelhas.

Água: a ingestão de líquido, apesar de ser básica, garante que nosso organismo esteja em equilíbrio constante e evita a desidratação que ocorre no inverno também.

Gengibre: é uma raiz que tem demonstrado bons resultados quando incluída nas dietas, por isso pode ser usada no preparo dos pratos, em forma de chá, ou ingerido cru antes das refeições.

Frutas e vegetais (Vitamina C): são determinantes para atingir a quantidade de vitaminas e minerais recomendados diariamente. É necessário ingerir cinco frutas todos os dias, que podem ser divididas nas quatro refeições. E não menos importante são as saladas, que devem estar em todas as refeições principais.

Exageros: Toda forma de exagero seja por excesso de gorduras, grandes volumes ou bebidas com álcool, pode sobrecarregar o organismo, causando uma necessidade do mesmo se reequilibrar e gastar energia para isso, o que é ruim.

Dietas de restrição: Toda dieta restrita pode gerar uma queda do sistema de defesa, pois quando o corpo sofre uma restrição de energia, ele “rouba” nutrientes do sistema, inclusive do de defesa, para gerar energia para as funções diárias. O resultado é aumento de gripes, resfriados ou outras patologias.


Fonte: terapiasnaturaisesaude
publicado por adm às 15:33 | link do post | comentar | favorito
arquivos
links
subscrever feeds