Remédios Caseiros dicas e muito mais...
Domingo, 18.07.10
Ao médico Noel Barnard, autor de Food for Life, perguntaram:

P - Tenho terríveis cólicas menstruais e os analgésicos não resolvem. Por favor, me ajude!

R - Surpreendentemente, muitas mulheres conseguem controlar este tipo de dor com simples mudanças na alimentação.
Em cada ciclo menstrual, o nível do estrógeno no organismo sobe e depois baixa, provocando modificações no útero e, muitas vezes, levando a dolorosos sintomas durante o período. É possível suavizar essa montanha russa hormonal e minimizar o desconforto escolhendo alimentos que mantêm o nível do estrógeno mais baixo.

Funciona assim:
A gordura aumenta os níveis de estrógeno. Qualquer tipo de gordura tem esse efeito: gordura de galinha, de peixe, de carne, óleo de oliva, de canola — qualquer tipo. Quanto mais gordura existe no organismo, mais estrógeno seu corpo produz. Se você diminuir a quantidade de gordura que ingere, a quantidade de estrógeno cai drasticamente já no primeiro mês — assim como as cólicas, na maioria dos casos.

Como a alimentação vegetariana tem pouca gordura, pode produzir milagres no controle das cólicas menstruais. Essa alimentação também contém muita fibra, que ajuda o organismo a se livrar do excesso de estrógeno. Produtos de origem animal não contêm fibra alguma e, quando há pouca fibra no trato digestivo, estrógenos descartados acabam retornando à corrente sanguínea, em vez de serem eliminados. É possível impedir essa "reciclagem" de hormônio com fibra de alimentos vegetais, que auxiliam na eliminação do excesso de estrógeno. Evitando produtos de origem animal, mantendo o nível de óleos vegetais ao mínimo e ingerindo bastante alimentos ricos em fibra, você reduz naturalmente os efeitos do estrógeno no útero. Coma bastante cereais integrais, legumes, verduras e frutas e evi te peixe, aves, carne, ovos e lacticínios.

É preciso evitar também molhos de salada gordurosos, batata frita, manteiga, margarina e óleos industrializados. Até mesmo pequenas quantidades desses alimentos ingeridos no decorrer do mês podem provocar sintomas durante o período menstrual.

Experimente esta sugestão cuidadosamente durante apenas um ciclo e veja a diferença. Use o poder dos alimentos para favorecer a saúde!
tags:
publicado por adm às 14:16 | link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 16.07.10
Quando se tem uma cólica renal, existem formas de atenuar a dor sem ter de recorrer ao hospital ou centro de saúde.
Logo no inicio da cólica, devemos nos meter numa banheira cheia de agua com a temperatura o mais alta possível, sem nos queimar, claro.
Manter a agua sempre o mais elevada possível.
Tal vai fazer a dilatação do corpo e mais especificamente do ureter onde está a pedra encravada.
Com essa dilatação a pedra com muito mais facilidade pode descer e seguir o trajecto de saída.
Alem disso utilizar um buscopan, voltaren ou algimate, mas apenas tomar um destes medicamentos que se tenha em casa disponível.
Para além disso deve estar sempre alguém próximo do paciente, visto que com a temperatura elevada da agua a tensão desce, e pode desmaiar.
Depois do banho não pode, nunca, apanhar frio ou correntes de ar, e deve-se manter sempre quente
No entanto as vantagens são bem maiores que as desvantagens, já que se soubermos fazer o acima mencionado com cuidado evitamos as doses astronómicas dos medicamentos acima mencionados que são administrados pelos hospitais para retirar as dores, sendo que pelo sistema hospitalar é certo que iremos ter outra cólica quando a pedra se deslocar outra vez...
E este método resulta sem intervenção hospitalar em mais de 80% dos casos.
tags:
publicado por adm às 16:35 | link do post | comentar | favorito
arquivos
links
subscrever feeds