Remédios Caseiros dicas e muito mais...
Domingo, 18.07.10
Deixar cinco cravos de molho durante 24 horas num copo de água. Depois beber o líquido — obviamente sem os cravos.

Dizem que a pressão arterial não sobe mais.
tags:
publicado por adm às 14:30 | link do post | comentar | favorito
Coloquem casca de limão sobre a testa e deitem-se para descansar durante meia hora. Logo a seguir começarão a sentir o efeito.
tags:
publicado por adm às 14:19 | link do post | comentar | favorito
Chega a casa, cansado, e stressado. De repente, sente uma forte dor no peito, que começa a irradiar aos braços e ao queixo. O hospital mais próximo está longe...

Infelizmente esse é um caso frequente. O coração pára de bater normalmente, a pessoa começa a sentir-se fraca e, em uma dezena de segundos, perde a consciência — geralmente antes da chegada do socorro que ela chamou.

É importante saber que ela pode socorrer-se tossindo fortemente várias vezes, respirando profundamente antes de cada tossida. A respiração precisa ser profunda e prolongada, como para expulsar secreções do fundo do peito. É necessário intercalar profundas respirações entre as tossidas e repetir essa sequência sem parar a cada dois segundos — até a chegada do socorro ou até que os batimentos cardíacos voltem ao normal. As respirações profundas levam oxigénio aos pulmões e as tossidas activam a circulação sanguínea massajando o coração e ajudando-o assim a retomar seu ritmo original.
tags:
publicado por adm às 14:14 | link do post | comentar | favorito
Cabelo Seco
Aqueça em banho-maria, um pouco azeite e óleo de amêndoas. Aplique sobre o cabelo seco e massage muito bem. Envolva os cabelos numa toalha e sente-se na banheira durante quinze minutos, (o vapor ajudará o óleo a penetrar nos cabelos). Lave com champô, massaje, enxague e aplique um amaciador hidratante.

Cabelo Oleoso

Junte a meio litro de água, uma colher de sopa de bicarbonato de sódio e três ovos batidos. Aplique sobre o cabelo e massaje muito bem. Deixe actuar vinte minutos e lave com champô.

Cabelo Baço

Bata uma gema de ovo, junte-lhe um boião de iogurte e misture bem. Lave o cabelo com champô e em seguida aplique a mistura com um pente. Deixe actuar quinze minutos e enxague bem com água tépida.

Cabelo Estragado

Massaje o couro cabeludo com óleo de coco aquecido. Envolva a cabeça numa toalha aquecida e trinta minutos depois, lave o cabelo com um champô suave.

Pontas Espigadas

Aplique maionese no cabelo lavado e seco, deixando actuar uma hora.

Caspa

Deite uma mão cheia de rosmaninho para um recipiente e cubra com água. Deixe ferver por dez minutes e depois espere que arrefeça. Em seguida, deite o chá para um jarro onde já estão algumas gotas de óleo de gérmen de trigo. Massaje o cabelo com este preparado, depois de uma lavagem com um champô muito suave. Por sim, passe por água tépida.
tags:
publicado por adm às 13:55 | link do post | comentar | favorito
PELE SECA

Máscara de abacate

Esmague o abacate e junte duas gotas de sumo de limão. Aplique no rosto e pescoço, deixando actuar durante dez minutos. Remova com água tépida e limpe a sua pele com água de rosas.

Máscara de banana

Esmague uma banana, junte umas gotas de natas e uma colher de mel. Esta máscara é ideal para a pele que seca demasiado no Inverno.

Máscara de ovo

Bata uma clara de ovo e junte uma colher de chá de mel. Aplique com um pincel e deixe actuar cerca de cinco minutes. Retire com água morna.


Máscara de pêssego e natas

Reduza um pêssego a puré e junte-lhe uma colher de natas. Deixe actuar durante alguns minutos e remova com água tépida.


PROBLEMAS ESPECÍFICOS


Manchas

Mergulhe um cotonete em hamamélis e aplique directamente sobre a área afectada. Ao deitar, mergulhe um pouco de algodão em loção de calamina e passe sobre as manchas.

Borbulhas

Para secar as borbulhas mais persistentes, cubra-as com um pouco de pasta dentífrica e deixe actuar durante toda a noite.

Olheiras e papos

Aplique duas rodelas de pepino sobre os olhos durante dez minutos. Limpe com água de rosas.

Pele sem brilho
Mergulhe uma flanela em água gelada e coloque-a sobre o rosto durante alguns minutos. A sua pele voltará a apresentar um tom rosado e brilhante.
tags:
publicado por adm às 13:53 | link do post | comentar | favorito
Se já está cansada de contar carneirinhos, acorda ao meio da noite, não consegue voltar a dormir e de manhã está sempre sonolenta e cansada, fique atenta a essas dicas.

Reserve pelo menos 7 horas para dormir.

Deite-se somente quando estiver com sono. Se não conseguir dormir, levante-se e vá espairecer. Folheie uma revista, escolha um bom filme... Mas fora do quarto! Não adianta nada ficar a dar voltas na cama.

Elimine as sonecas durante o dia. Se for inevitável, não ultrapasse os 45 minutos.

O quarto é lugar de dormir. Não assista TV nem leve livros para a cama. Elimine os vestígios de luz. A melatonina (hormona que induz o sono), só é liberada na escuridão. Além disso, evite camisolas e roupas de cama em cores berrantes como vermelho e laranja. Prefira os tons de azul a violeta.

Esconda o rádio despertador. Ficar a olhar para as horas pode atrapalhar o seu sono.

Aposte num travesseiro recheado com ervas (melissa, camomila e erva-cidreira são óptimos calmantes). Invista num bom colchão.

Tente manter horários constantes para dormir e principalmente para acordar, mesmo nos finais de semana.

Evite refeições pesadas antes de dormir e procure não ingerir bebidas alcoólicas e fumar no mínimo 6 horas antes de ir para a cama. Café, chá (preto ou mate), chocolate, guaraná, nicotina e medicamentos com cafeína também podem atrapalhar o seu sono.

Procure apanhar sol todos os dias (e, claro, proteja-se com filtro solar). Meia hora logo depois de acordar é suficiente. A luz ajuda a despertar porque inibe a produção de melatonina.

Faça exercícios físicos, de preferência ao ar livre, logo cedo. Se tem dificuldades para dormir, se se exercitar à noite pode agravar o problema.

Alongue-se duas vezes por dia, uma delas antes de deitar.

Tome um banho morno (pode ser chuveiro ou banheira) 2 horas antes de dormir. Aposte nos sabonetes e champôs aromaterápicos. Óleo essencial de lavanda, por exemplo, é óptimo para relaxar.

Faça um lanchinho com carboidratos 1 hora e meia antes de ir para a cama. Um copo de leite morno com chocolate ou mel e uma bolacha de água e sal são óptimas opções. Vale também substituir a bebida por um copo de sumo de maracujá, uma xícara de chá de erva-cidreira ou camomila.

Mantenha os pés bem aquecidos e tenha um bom sono.
tags:
publicado por adm às 13:38 | link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 16.07.10
Dor Ciática e Dores de Costas podem ocorrer em qualquer idade. Os sintomas podem variar em termos de severidade e podem incluir :
- Dores agudas nas costas, pernas e nadegas.
-Desconforto e dores que se tornam mais intensas ao dobrar, ou com movimentos bruscos como espirrar ou tossir.
- Dores por vezes aliviadas quando se está de pé.
Estas dores são normalmente causadas por problemas crónicos com tendência para acessos repetidos, devendo por isso ser tratados por um profissional qualificado. Mas poderá seguir alguns conselhos práticos de auto-ajuda: Evitar o uso de saltos altos, optar por um colchão que apresente uma superficie de apoio uniforme, sem a formação de covas no centro, utilize uma botija de água quente sobre a zona dorida, não carrege a mala ou outros pesos sempre do mesmo lado.
Como remédio caseiro, pode aplicar uma cataplasma quente feita de folhas de hera, alivia a dor e o desconforto.Pegue em duas mãos cheias de hera, corte-as em tiras finas e misture com o dobro da quantidade de farelo. Adicione 300 ml de água, coloque num tacho, em lume brando, e misture até obter uma pasta. 10mn depois coloque a mistura quente sobre um pano limpo e macio a aplique ainda quente sobre a zona afectada. Outra alternativa para a elaboração de uma cataplasma também calmante é utilizando sementes de fenacho esmagadas e misturadas com leite quente.
tags:
publicado por adm às 16:46 | link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 15.07.10
Colesterol
O poder da alcachofra para aumentar a produção de bílis, o fluido age como um detergente no organismo e ajuda na quebra das gorduras durante a digestão, por isso é um aliado no tratamento do colesterol alto – um tipo de gordura produzida no fígado, transportado pelo sangue em excesso aumenta o risco de ataque cardíaco e até acidente vascular cerebral.
O poder de cura da alcachofra na fabricação da bílis é reconhecido pelo Ministério da Saúde. A berinjela e o feijão são os alimentos declínicos relacionados do chamado mau colesterol (LDL).

O poder da alcachofra para aumentar a produção de bílis, o fluido age como um detergente no organismo e ajuda na quebra das gorduras durante a digestão, por isso é um aliado no tratamento do colesterol alto – um tipo de gordura produzida no fígado, transportado pelo sangue em excesso aumenta o risco de ataque cardíaco e até acidente vascular cerebral.

O poder de cura da alcachofra na fabricação da bílis é reconhecido pelo Ministério da Saúde. A berinjela e o feijão são os alimentos declínicos relacionados do chamado mau colesterol (LDL).

Enxaqueca

Segundo o Dr. Alexandre Feldman, autor de enxaqueca, a pimenta é um aliado na luta contra esse mal. A substância química que dá o sabor ardido, tem propriedades medicinais que fazem bem a saúde.

Alecrim alivia espasmos dolorosos e ajuda a reduzir as dores de cabeça. Seu óleo essencial tem o poder digestivo – o que significa que diminui a ação das enxaquecas a origem que tem digestiva.

Entre outros aliados naturais comumente usados no combate dessa doença crônica que afeta 30 milhões de brasileiros – e muitas vezes afeta o seu desempenho – podemos destacar: a cebola, anis e guaraná.

Stres
O maracujá, o mulungu (maracujá da família) e tomilho são considerados de apoio à luta contra o estresse. Se usado sozinho, é claro, o poder de cada diminuiu significativamente. Isto é, deve ser combinada com outras medidas – como atividade física e alimentação saudável – para ajudar na prevenção desta doença que causa insônia, ansiedade, nervosismo, perda da libido e muitos outros sintomas que ameaçam a saúde.

Fadiga mental e física
A ação restauradora da planta de guaraná a erva bênção de Deus, faz com que estes dois fiquem em um lugar de destaque entre as outras opções oferecidas pela natureza na prevenção desse mal – os principais sintomas, dor de cabeça memória fraca, dificuldade de concentração -, sonolência e fadiga, mesmo após o sono, entre outros.

Hipertensão arterial
A qualidade de purificação da sete-sangrias torna um grande aliado na luta contra a hipertensão – uma doença que pode causar lesões em diferentes órgãos do corpo, como cérebro, coração, rins e olhos.

O poder de ação diurética e calmante da pêra e a ação calmante da pitanga são também opções na luta contra esta doença terrível.

Insônia
Por serem relaxantes, a erva-cidreira (também conhecida como melissa) e a alface atuam em dois “tipos” de insônia: a situacional, que atinge pessoas que passam por dificuldades ocasionais e o distúrbio do sono provocado por doenças psicofisiológicas como depressão.

Nervosismo
A ação calmante da erva-cidreira faz dela a planta medicinal medicinal mais conhecida que existe. Quem em algum momento da vida não teve de se socorrer dela para não explodir e suportar heroicamente uma situação de risco?

Mas verdade seja dita: a erva-cidreira não está sozinha nesta luta. A maçã e a pata-de-vaca são dotadas também de um importante aspecto relaxante.

Obesidade
O alto poder diurético das folhas do abacateiro faz com que elas sejam reconhecidas como auxiliares na perda de peso.

A centella asiática, por acelerar o fluxo sangüíneo e permitir a liberação de gordura, é considerada uma forte aliada na eliminação de gorduras do corpo.

Tabagismo
Seria maravilhoso se houvesse uma planta capaz de acabar com o vício da nicotina, não é mesmo? Com isso não existe, as plantas medicinais são usadas para atenuar a ação avassaladora que o cigarro provoca nas vias respiratórias.

Vale ressaltar, no entanto, que a ação das flores de bananeira e da erva tanchagem (também conhecida como sete-nervos), muito usadas nas inflamações respiratórias, não tem o poder de restituir plenamente a saúde do pulmão maltratando por quem ainda continua fumando.
Receitas Caseiras

Acne, eczema e seborréia:
Bardana – Coloque 2 colheres (sopa) de folhas frescas fatiadas em uma xícara (chá) de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos. Coe e acrescente 1 colher (chá) de mel e 3 gotas de própolis. Deixe ficar morno e aplique no local afetado, em forma de compressas, até duas vezes ao dia.

Anemia, falta de apetite e gastrite:
Losna – Coloque 1 colher (sobremesa) de folhas e flores picadas em 1 colher (chá) de água fervente. Abafe por 15 minutos e coe. Tome uma xícara (chá), duas vezes ao dia, antes das principais refeições.

Ansiedade, dor de cabeça e nervosismo:
Erva Cidreira – Coloque 1 colher (sobremesa) de ramos e folhas bem picados em um xícara (chá) e adicione água fervente. Abafe e espere amornar. Tome uma xícara pela manhã e outra à noite.


Colesterol:
Alcachofra – Coloque 1 colher (sopa) de folhas picadas em um recipiente com 1 xícara (chá) de folhas picadas em um recipiente com 1 xícara (chá) de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara de duas a três vezes ao dia – antes das principais refeições. Atenção: a alcachofra é diurética.

Berinjela – Ferva 1 fatia da casca crua por 5 minutos em 1 xícara (chá) de água. Tire do fogo e abafe por 15 minutos. Coe e tome uma xícara duas vezes ao dia.

Cólicas menstruais:
Artemísia – Coloque uma colher (sopa) de folhas e flores bem picadas em 1 xícara (chá) de água fervente. Cubra, deixe esfriar e coe. Tome uma xícara ao dia, uma semana antes de início previsto da sua menstruação.

Diarréia:
Abacateiro – Ferva por 10 minutos 2 colheres (sopa) de folhas da abacateiro picadas, 2 colheres de folhas de pitangueira picadas e 2 colheres (sopa) de folhas de goiabeira picadas. Coe e espere esfriar um pouco. Tome um copo após cada evacuação.


Digestão e diarréia:
Macela – Coloque 1 colher (chá) da inflorescência em 1 xícara (chá) e despeje água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara, morna, de manhã, em jejum, e outra 30 minutos antes das refeições.


Dores de estômago e barriga, e insônia:
Camomila – Adicione 1 colher (chá) de flores em 1 xícara (chá) de água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara de duas a três vezes ao dia.


Dores de estômago e intestino:
Hortelã – Adicione 1 colher 9sopa) de folhas picadas em 1 xícara (chá) e acrescente água fercente. Abafe por 10 minutos e acrescente 1 colher (sobremesa) de suco de limão. Tome uma xícara entre as principais refeições diárias.


Enxaqueca:
Pimenta – Coloque em um pilão 2 colheres (sopa) de pimentas secas picadas e com sementes. Amasse bem e espalhe o conteúdo sobre uma gaze. Aplique na nuca, em forma de cataplasma, ao sentir os sintomas.

Alecrim – Adicione 1 colher (sobremesa) de folhas picadas em 1 xícara (chá) de água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara antes ou após as refeições. Atenção: altas doses deste chá podem provocar irritações gastrointestinais. É também estimulante: podendo alterar o seu sono. Ele não deve ser tomado durante a gravidez nem durante a amamentação.

Stress:
Tomilho – Banho estimulante: Adicione 3 colheres (sopa) de folhas e flores a 1 litro de água fervente. Desligue o fogo e coe. Acrescente a mistura à água da banheira. Faça um banho de imersão por, no mínimo, 15 minutos. Não deixe a água atingir o nível do coração (peito).

Alecrim – Banho relaxante: Adicione 3 xícaras (chá) de folhas de alecrim e 1 xícara (chá) de flores de camomila em 1 litro de água fervente. Desligue e deixe em maceração por 15 minutos. Coe e acrescente à água do banho. Tome um banho de imersão por não mais do que 15 minutos no dia.’


Fadiga mental e física:
Guaraná – Adicione 1 colher (chá) de pó em um copo de água filtrada. Acrescente 1 colher (sopa) de mel ou um pedaço de rapadura. Misture bem e tome ainda em jejum.

Bênção-de-deus – Coloque 1 colher (chá) de raízes e 1 colher (chá) de folhas, todas cortadas, em 1 xícara (chá) de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos e coe. Tome uma xícara de uma a três vezes ao dia.

Gases, ressaca e má-digestão:
Boldo – Coloque 1 colher (sopa) de folhas picadas em 1 xícara (chá) de água fervente. Abafe por 10 minutos. Tome uma xícara (chá) em jejum e outra 30 minutos antes das refeições diárias.


Gastrite e azia:
Erva-Doce – Adicione 1 colher (sobremesa) de fruto-semente em 1 xícara (chá) e acrescente água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara, três vezes ao dia.


Gripe, resfriado, tosse e bronquite:
Erva-de-Santa-Maria – coloque em uma xícara (chá), 1 colher (sobremesa) de folhas e flores picadas e acrescente água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara, adoçado com mel, de uma a duas vezes ao dia.


Manjericão – Coloque 1 colher (sopa) de folhas e flores, bem picadas, em uma xícara (chá) e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Adicione 1 colher (sobremesa) de mel. Tome uma xícara (chá), de manhã e outra à noite.


Hipertensão arterial:
Sete-sangrias – Coloque 1 colher (chá) de planta fatiada e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara de uma a três vezes ao dia. Atenção: seu uso não é indicado para crianças.


Pêra – Descasque uma fruta, fatie e amasse bem. Adicione 1 copo de água e misture. Tome um copo, três vezes ao dia.


Indigestão, problemas hepáticos:
Carqueja – Coloque 1 colher (sopa) de hastes picadas em uma xícara (chá) de água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara desse chá, ainda morno, três vezes ao dia – a primeira, de manhã, em jejum, e as demais cerca de meia hora antes das principais refeições.


Infecções bucais (afta e sapinho):
Poejo – Coloque 1 colher (sopa) de folhas e flores bem picadas em 1 xícara (chá) de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos. Desligue o fogo e abafe por 15 minutos. Coe e adicione 1 colher (chá) de bicarbonato. Faça bochechos três vezes ao dia.


Insônia:
Erva-cidreira – Adicione em uma xícara (chá), 1 colher (sopa) de folhas e ramos frescos ou secos, 1 colher (sobremesa) de camomila e 1 pedaço de casca de laranja ou limão. Acrescente água fervente e abafe por 10 minutos antes de coar. Tome uma xícara à noite, meia hora antes de ir para a cama dormir.


Alface – Coloque uma colher (sopa) de folhas picadas em 1 xícara (chá) e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara de duas a três vezes ao dia.


Nervosismo:
Erva-cidreira – Coloque 1 colher (sobremesa) de ramos frescos ou secos, picados, em uma xícara (chá) e adicione água fervente. Abafe, espere amornar e coe. Tome 1 xícara pela manhã e outra à noite.


Obesidade:
Abacateiro – Coloque 1 colher (sopa) de folhas picadas do abacateiro em 1 xícara (chá) de água em fervura. Dessligue o fogo e coe. Tome uma xícara pela manhã e outra à tarde – antes das 17h. Atenção: devido à sua forte ação diurética, não são recomendadas mais do que duas xícaras diárias – este chá pode acarretar acentuada eliminação de urina e provocar queda de pressão.
Centela (Centella asiatica) – Coloque 1 colher (sopa) de folhas secas e picadas de centella em 1 xícara (chá) e adicione água fervente. Abafe, espere amornar e coe. Tome uma xícara, 1 hora antes das principais refeições.


Prisão de ventre:
Cáscara-Sagrada – Coloque 1 colher (café) de pó em um copo de suco de laranja ou de mamão. Misture bem. Tome pela manhã, em jejum.

Dente-de-leão – Acrescente 1 colher (sopa) de raízes picadas em 1 xícara (chá) de água. Deixe em maceração por 1 noite. De manhã, leve o preparado ao fogo até ferver. Desligue e coe. Tome meia xícara antes do café da manhã e outra meia xícara, também meia hora após o café da manhã.


Reumatismo, contusões e dores musculares:
Calêndula – Amasse em um pilão 2 colheres (sopa) de folhas frescas até adquirir uma consistência pastosa. Espalhe em um pano ou gaze bem limpos. Aplique no local afetado e cubra com um pano. Faça essa aplicação duas vezes ao dia – ou aplique antes de dormir e deixe agir a noite toda.


Sinusite e rinite:
Gengibre – Coloque 1 colher (sopa) de rizoma fatiado em um recipiente com 1 litro de água em fervura. Desligue o fogo. Cubra a cabeça com um pano e inale o vapor que se desprende da vasilha. Repita essa operação de manhã e à noite, antes de dormir. Atenção: procure não se expor ao sereno durante o período que estiver em tratamento.


Suor excessivo:
Sálvia – Coloque 1 colher (sobremesa) de folhas e flores. Picadas, em 1 xícara (chá) e com água fervente. Tome 1 xícara duas vezes ao dia.


Suor e mau cheiro nos pés:
Louro – Acrescente 2 colheres (sopa) de folhas picadas em 1 litro de água em fervura. Deixe ferver por 10 minutos. Coe e coloque em uma bacia, com mais água morna. Banhe os pés por 15 minutos.


Tabagismo:
Banana – Coloque 6 flores da bananeira em 1 xícara (café) de água. Leve ao fogo por 5 minutos. Coe e acrescente 2 xícaras (café) de açúcar cristal. Volte ao fogo até dissolver o açúcar. Tome 1 colher (sopa) de duas a três vezes ao dia. Por não conter conservante, o consumo dessa mistura deve ser rápido.

Tanchagem (Plantago major) – Ponha 2 colheres (sopa) de folhas bem picadas em 1 xícara (chá) de água fervente. Abafe 10 minutos, espere ficar morno e coe. Faça gargarejos, de duas a três vezes ao dia.


Tosse:
Guaco – Coloque 2 colheres (sopa) de folhas frescas picadas em 1 xícara (chá) de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos. Coe e acrescente 2 xícaras (café) de açúcar cristal. Leve outra vez ao fogo brando, até que o açúcar derreta. Tome uma colher (sopa), de duas a três vezes ao dia – crianças devem tomar a metade da dose.


Úlceras, gastrite crônica:
Espinheira Santa – Coloque 1 colher (sobremesa) de folhas bem picadas em uma xícara (chá) e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos. Espere ficar morno e coe. Tome uma xícara antes das principais refeições do dia.

Varizes, inchaço nas pernas e pés:
Hamamélis – Coloque 1 colher (sobremesa) de folhas picadas em uma xícara (chá) de água em fervura. Desligue o fogo, abafe, deixe descansar por 10 minutos e coe. Tome uma xícara duas a três vezes ao dia.


Fonte: vocesabia
tags:
publicado por adm às 15:30 | link do post | comentar | favorito
arquivos
links
subscrever feeds